31 de jul de 2011

um copo

Em virtude, um copo pode transbordar sem derramar. Assim são as nossas vidas. Aos poucos, a água vai se enchendo e você se preocupa mais com o tipo de cristal.

O ser humano é terrível. Não vê que mil e uma utilidades pode fazer por meio de um copo e que esse meio, essa metade, é intransferível. Ele é universal.

Cuidado, o copo pode quebrar e você vai juntar os cacos. Porque são eles, os cacos da vida que nos ensinam. Muito obrigado, copo!

21 de jul de 2011

ideia coletiva.

Quando queremos, nós queremos. Do oposto, agendamos.

nova década.

E saudade dos jogos antigos...

6 de mai de 2011

o aplauso à vida.

Aquele garoto só queria aparecer. Fez teatro, fez cinema e hoje esta nas telas.

Vamos usar as mãos para aplaudir seu sonho realizado!



Doze anos passa rápido!

a preguiça e o sedentarismo.

Sou sedentário, pois estou sempre em casa. Mas não existe uma preguiça dentro de mim. A diferença entre essas palavras, e que não é sútil, é que o sedentarismo talvez seja algo mais intelectual, mais cerebral... É um estado filosófico com o olhar em buscar conhecimento e sabedoria.

Há preguiça nas pessoas em subir uma escada. Há postagens em blogs onde pessoas comentam tudo aquilo que é óbvio, e toda essa massa vibra uma preguiça interna junto com seu pacote de bolachas que só expressa farelos em cérebros não cansados. Quanto mais idiota, melhor.

Dias como hoje, sexta-feira, celebro dentro de mim um pequeno ruído que vem do Espaço. Coloco pra fora qualquer coisa que eu possa querer. Eu sou uma ave, e você também pode ser.

Deixei meu café no fogo. Volto logo. Bom fim de semana para todos.

4 de mai de 2011

pensamento não tardio - exprimindo meus pensamentos igual a uma laranja.

Deus, quem é você que não tem face? Quem é você, que tão oculto é tão presente nas pessoas?

Deus, o sentido, o nome, a força e a vontade de viver, de vencer. Busco dentro de mim algum Deus que revela minha força, minhas energias e meus pés no chão. Estou descalço, é assim que vivo.

Viver, sentir alegria e aquele estado que sentia quando a noite caía. O quê é isso que não sinto mais? Mais forte que o amor, que a chama da paixão e aos momentos que não voltam.

O novo, é sempre inesperado. Uma constelação de sentimentos que brilham sem parar. Tudo isso é o sentido da minha vida.

2 de mai de 2011

filososia de negócios - a Microsoft

Livro,O estilo Bill Gates de gerir

Estou lendo este livro, achei interessante colocar aqui este trecho:

SEGREDOS DO SUCESSO

1. Esteja no lugar certo e na hora certa.
2. Apaixone-se pela tecnologia.
3. Não faça prisioneiros.
4. Contrate gente muito inteligente.
5. Aprenda a sobreviver.
6. Não espere agradecimentos.
7. Assuma uma posição visionária.
8. Cubra todas as bases.
9. Construa uma empresa do tamanho de um byte.
10. Nunca, jamais, perca a bola de vista.

1 de mai de 2011

a filosofia no universo do cinema.

"Samuel, não faz drama".

Escutei tanto essa frase na vida, principalmente de ex namorada que tive, que também curte drama! A nossa natureza nos conduz a exagerar e estravazar muitas vezes. O romance, a comédia, tudo faz parte da natureza do homem... A ficção é um gênero que menos gosto, apesar de muitas vezes sair da realidade. Mas o que é realidade? Tipo assim, "Samuel, vá fazer filosofia... por que escolheu estudar cinema?".

O pensamento, a arte, a música, o teatro, a encenação, o truque, o mistério, a fotografia, enfim. Tudo esta presenta nessa sétima arte que tenho o gosto de dizer que é a melhor de todas. Não apenas por ser a soma das outras, mas por expressar através de uma tela e imagem sensações que eu não saberia sentir e experimentar no papel. O ser humano é fantástico! Todos nós somos maravilhosos.

Quero ser roteirista, ou trabalhar profissionalmente nessa área do cinema. Então, a próxima vez que eu ouvir esta frase, vou responder: "Meu drama já esta quase pronto".

16 de abr de 2011

depois.

Agora estou ocupado. Tenho coisas mais chatas para fazer.

27 de mar de 2011

o maior problema da humanidade: a memória.

O maior problema da humanidade é a memória.

Filosoficamente falando, é claro. Algum leitor neste momento deve ter pensado: "com tanta violência no mundo, fome e desgraça, esse cara vem dizer que o maior problema é a memória?!". Como eu acabei de dizer, no sentido mais cerebral da coisa, em termos de evolução e progresso humano.

Em relação a outros símios, os macacos têm rabo e não podem falar. Então, vamos dar valor ao diálogo, pessoal... Pois a - Não Samuel, tira essa parte aqui que não ficou boa.

Todos nós passamos por experiência cabulosas e singelas, depois de algum momento na vida nós esquecemos e cometemos os mesmos erros. As pessoas se preocupam muito com o futuro. Os idosos vivem desabafando seu passado e as crianças vivem felizes com o presente momento, que deixarão de pensar quando crescerem.

Nós sofremos com uma intensa "saudade", que não sabemos controlá-la e nem da onde que veio. A música, que o tempo todo influencia nossos pensamentos e nossas atitudes. Guardamos lembranças de coisas ruins com mais facilidade, por serem algo mais forte; quando algo é comumente feliz e alegre nós esquecemos e passamos para frente. Reclamamos da falta de liberdade e colocamos regras, convenções e limites o tempo todo. A ironia já deveria ser algo obsoleto há muito tempo; deveria ser enterrada no século passado. Hoje, ser irônico é sinônimo de criatividade, e ser criativo é o mesmo que ser diferente. As pessoas compram, as pessoas pagam para ver aquilo que querem e o que querem pensar que querem. Tudo tem a ver com consumismo.

A memória poderia ser algo fantástico se não fosse toda essa cobrança entre as pessoas. Há um exagero e uma obsessão em se vestir bem, uma cobrança consigo mesmo... O objetivo no jogo da memória é justamente em você tentar achar os pares. Durante nossa vida cada pessoa tenta achar o seu par, o seu amor, seu amante, sua amada. Ao longo dos anos dividimos memórias e broncas que pensamos que não se repetem. Se o homem é mesmo inteligente, então por que ficam esperando até hoje no elevador enquanto poderia subir as escadas? Quanto tempo você precisa a mais?

26 de mar de 2011

'o último a sair apague a luz'.

Hoje é o dia em que apagamos as luzes para ajudar a "salvar a Terra". A partir das 20h30. Quando for 21h30 podemos acender.

Essa proposta é da "Hora do Planeta" -, iniciativa criada pela "ONG WWF" (Worldwide Fund for Nature) para chamar atenção sobre o consumo de energia.

Algo muito importante e que muita gente se engana: essa proposta não é para economizar energia no mundo. Dizer protesto seria muito forte, é mais uma manifestação com intuito de conscientizar as pessoas da importância da falta ou presença de energia.

Ninguém é obrigado a fazer isso. Você não receberá multa se não quiser colaborar. Nenhum tipo de punição.

Para saber mais, veja aqui: www.horadoplaneta.org.br

apagar a luz - clique aqui quando chegar o horário


acender

16 de mar de 2011

comodidade.

Mais uma história com moral.

"Um corvo está sentado numa árvore o dia inteiro sem fazer nada. Um pequeno coelho vê o corvo e pergunta: 'Eu posso sentar como você e não fazer nada o dia inteiro?' O corvo responde: 'Claro, por que não?'.

O coelho senta no chão embaixo da árvore e relaxa.

De repente, uma raposa aparece e come o coelho".

comentários spams.

comentários spams

Esses tipos de comentários são muito chatos e é comum entre blogs no blogspot. Da para você, no exemplo acima, ver que a pessoa não leu a postagem antes de comentar.

Primeiro, o post não é "engraçado". Não apenas por ser uma postagem séria, mas o jeito que a pessoa escreveu dá para notar que foi um comentário genérico.

Eu procuro ser imparcial, mas alguns comentários me causam muita irritação.

Porra, leia o post antes de comentar!

28 de fev de 2011

pérola: 'A galinha e a minhoca'.

"Era um dia tranquilo no pátio. A Galinha passeava ao redor. À procura de algo para co­mer. Bem naquele momento, de seu buraco na terra, a Minhoca decidiu dar uma olhadinha para fora. Esticou a cabeça e olhou bem nos olhos da Galinha.

— Ei, pare! — exclamou a Minhoca ainda a tempo. Pois a Galinha já se curvava para a frente a fim de arrastar a Minhoca para fora de seu buraco.

— Como é que é? — disse a Galinha.

— Eu não sou o que você pensa que eu sou — explicou a Mi­nhoca.

— Como? – repetiu a Galinha.

— Eu não sou uma minhoca – mentiu a Minhoca.

— Ah, é? – disse a Galinha.

— É! — afirmou decidida a Minhoca.

A Galinha se endireitou novamente e olhou espantada para a Minhoca.

— E isso mesmo – repetiu a Minhoca. – Eu não sou uma mi­nhoca.

— Como é então que você se parece tanto com uma minhoca? — perguntou a Galinha.

— Isso acontece — explicou a minhoca —, isso acontece porque você pensa que eu sou uma minhoca. E quem pensa muito em alguma coisa, acaba acreditando nela.

A Galinha olhou um pouco desconfiada para a Minhoca. Ela não sabia bem o que pen­sar sobre isso. E, portanto, também não sabia no que acreditar. Em todo caso, ela jamais tinha encontrado uma minhoca que falava como a Minhoca.

— É a mais pura verdade – insistiu a Minhoca -, ou será que você não acredita em mim?

A Galinha manteve a cabeça um pouco inclinada e olhou com um olho só para a Mi­nhoca. Como se pudesse vê-la melhor assim.

- Se você não acredita em mim – disse logo em seguida a Minhoca – então é porque não está pensando o suficiente que eu não sou uma minhoca. Talvez as galinhas não saibam pensar muito…

Aí a Galinha se ofendeu.

- Eu acredito! — disse ela, cordata.

- Então você acredita que eu não sou uma minhoca? — per­guntou a Minhoca para ter mesmo certeza.

- Você não é uma minhoca! – afirmou a Galinha de olhos fechados.

A Minhoca respirou aliviada.

- Mas então o que você é? – perguntou a Galinha, curiosa. E se aproximou perigosa­mente da Minhoca com seu bico.

— Bem… — hesitou a Minhoca. E pensou em tudo o que as galinhas gostavam. — Bem… — disse de novo.

— Nem você sabe! – cacarejou a Galinha. – Você é uma tola! Uma grande tola! – E continuou seu passeio de cabeça erguida.

— Eu sou uma minhoca — gritou a Minhoca. — Você está me ouvindo? Eu sou uma minhoca grande e gorda!

Mas a Galinha não estava mais ouvindo…".


vi aqui: Blog Filosofia e Vida

8 de fev de 2011

SPAMtando meu ócio criativo!



Pessoal, quero justificar minha falta de postagem para os próximos dias. Talvez meses.

Acontece que ontem fui sorteado e ganhei um Ipad e não tenho tempo para mais nada. Agora passo a noite e o dia mexendo nele... É, tive muita sorte.

na minha cidade...



Na minha cidade, as pessoas são agitadas, estressadas; fazem filas para pegar a escada rolante, onde seria bem mais rápido pegar a escada ao lado, enquanto reclamam que não têm tempo e/ou dinheiro para fazer academia.

Na minha cidade, tem todo tipo de gente, principalmente nas estações de metrô e trem. Em um dia, você sempre encontra uma mulher grávida, um cara com cabelo verde e espetado, uma figura com uma bíblia na mão e palhaço vestido de gente.

Na minha cidade, tem muita coisa diferente. Mas, analisando melhor, o rosto são outros, mas lágrima que derrubamos é a mesma. O esforço também. Na minha cidade, não tem muita coisa diferente de outros lugares. Aqui chove, faz calor; e quem é daqui mesmo reclama muito... e reclama mesmo. Essa é uma das experiências que absorvi: todo mundo reclama da cidade que mora. Impressionante.

5 de fev de 2011

experimente o perdão.

Algumas coisas são bem mais gratificantes do que um sorriso ou aquela porção de queijo no bar com os colegas.

Se você é do tipo: "ele não merece meu perdão", pare com isso. Num mundo onde a vida já é dura com todos, não se sinta rebaixado por perdoar alguém. É uma sensação até gostosa esse ato.

Você vive reclamando o absurdo que é ter apenas coxinha de carne, quando não se lembra que semana passada você exigiu até que o suco viesse sem canudo, e agora você vem me falar sobre perdão e compreensão?! Você vive renegando seus conceitos sobre a vida, e nunca parou pra pensar que em algum momento de sua existência, você também foi falso com alguém... Se bobear, você um dia encontra essa pessoa na rua e vê em seus olhos que ela já esqueceu... Ou ainda, ela fica felicíssima de te ver, e ainda te oferece um tríndent.

A vida tem dessas coisas. Nunca pense que tardiamente você está só. Em algum momento de sua vida, você vai achar que perdeu o eixo... Você procura atrás da porta, embaixo de sua cama, de outras camas, e não encontra. Talvez esse ponto principal que você acha que perdeu, está dentro de você... É aquela vontade, quase uma necessidade, de recolher sentimentos perdidos e voltar no tempo, já que agora você acha que não tem mais saída.

Algumas pessoas falam muito. Eu não gosto quando alguém interrompe meus pensamentos, quando estou concentrado numa postagem que talvez sairá em meu blog, e puxa um papo comigo no elevador. Eu consigo perdoar essa pessoa, embora eu não a entenda... Será que ela não percebe em meu rosto, que estou justamente ocupado com algo mais útil do que falar sobre o tempo ou sobre a demora em algum canto no mundo?

Estamos vivenciando hoje, algo que remotamente aconteceu. Se o passado e o futuro não existe, então o presente também não... Porém, o passado também é importante, porque sem ele não existiria o futuro, e você não se lembraria do presente que dei naquele dia chuvoso... Tá. Eu sei que você achou ridículo aquela meia listrada... Mas você sabe minhas intenções... E achou fofo, eu sei.

Quando você aprende a perdoar, você tem o perdão de outras pessoas. A vida é um coisa assombrosa que toca a gente de maneiras incríveis... Veja só, tudo que você faz, volta... Até aquela carta que não retornou, um dia volta.... De outro jeito, mas você irá ler.

Assim é a vida. Portanto, é muito mais gostoso perdoar quanto ser perdoado. Muito mais do que aquela porção de queijo que você compartilha com os colegas no seu fim de semana, enquanto discutem a posição do vento; é muito mais gratificante do que um sorriso. Pois um sorriso, não vem sempre necessariamente de alguém que esta a seu lado.

notícia que mudou minha visão de mundo - ou - um bom exemplo de vida.

Americano aquece pelicano com secador de cabelo

Eu, cansado de notícias banais e repetitivas, como meditar sobre o número de novas mortes das enchentes do mundo, resolvi procurar algo novo na internet.

Sintam a sutileza em sua poesia. Clique na imagem abaixo ou no link acima.



fonte da imagem e notícia: g1.

2 de fev de 2011

devolvam o Século XX.



Homem foi à lua mas ainda não conhecemos a nós mesmos e deixamos de cumprimentar nosso vizinhos.

Antes de você encaminhar novamente aquele e-mail que diz que você é da época em que o Big Mac era R$5,00, lembre-se que também já foi da época em que andávamos descalço na rua e fazíamos amizades com a vizinhança. Hoje, você abordar alguém na rua é algo estranho.

Eu sempre joguei Mega Drive, Super NES, no modo hard, hoje procuro jogar a vida nesse nível também.

É difícil imaginar que numa era tão digital, com tanta informação e meios comunicação, nos sentimos mais solitários.

O que sinto falta mesmo é de viver uma "comédia romântica", sem players.

29 de jan de 2011

mudanças do novo Zodíaco.

imagem de um bolo salgado

Para mim, serve apenas como curiosidade. Imagina aquelas pessoas que agora são outro signo, e tem uma tatuagem.

Agora escorpião se torna um signo raro.

Eu continuo Touro. A maioria foi afetada. Não precisa ser bom em matemática para ver isso.

Para mim, isso significa rigorosamente nada. Não acho que "perdi minha identidade" por causa disso.

==

Capricórnio: 20/01 a 16/02
Aquário: 16/02 a 11/03
Peixes: 11/03 a 18/04
Áries: 18/04 a 13/05
Touro: 13/05 a 21/06
Gêmeos: 21/06 a 20/07
Câncer: 20/07 a 10/08
Leão: 10/08 a 16/09
Virgem: 16/09 a 30/10
Libra: 30/10 a 23/11
Escorpião: 23/11 a 29/11
Ophiuchus: 29/11 a 17/12
Sagitário: 17/12 a 20/01

27 de jan de 2011

receita para felicidade eterna.

Saia de casa e procure uma avenida muito movimentada, com trânsito caótico.

Atravesse sem olhar e espere chegar inteiro até o outro lado.

24 de jan de 2011

sobre o Acordo ortográfico de 1990.

postagem atualizada dia 25/01, 12h55.



O Novo Acordo Ortográfico se resume em uma palhaçada.

Você vai na escola, aprende a escrever de um jeito, e agora eles mudam um monte de coisas e a gente tem de aprender a se virar com isso. Acho uma falta de respeito tremenda.

É uma bobagem muito grande... Não tem sentido algum. Não concordo nem com a remoção do trema. Eu tô acostumado a ver em livros uma palavra com trema e agora essa sensação é esquisita. Você ler, por exemplo: "Aquela tarde tranquila se desfez com o café solúvel". Me causa estranheza.

Tem palavras novas que vão surgindo, e você fica sem saber a pronuncia. E outra, por exemplo, você já ouviu falar da fruta siriguela? Antes, "serigüela". Como você iria ler sem ter o conhecimento da pronuncia?

A maior mudança foi nos ífens. Mais ou menos assim: "porque se a segunda palavra também iniciar com uma vogal e bla bla bla". São convenções, são regras, que não tem o menor cabimento!

Sou contra!

E viva a matemática que nunca muda!!

Observação: O 'Filosofando' tenta se adaptar. Uma frase ou outra ainda pode falhar.

24/01 - 'Dia do Aposentado'.

É triste o dia de hoje, pois é difícil comemorar essa data tão realista.

Um aposentado ganha muito pouco. Como comemorar o dia de hoje?

23 de jan de 2011

vingança.

O sentimento e desejo de vingança também é uma espécie de vaidade. Dizem que ela é um prato que se come frio; e há quem prefere pensar que esta morno, porém, o prato esfria antes de você pensar na sobremesa.

Acontece é que uma vingança nunca é plena. No máximo você irá machucar um coração, e depois de um tempo, a pessoa só vai ter uma imagem ruim de você. Depois de um tempo, o que ficou disso tudo?

Em qualquer sentido, se você sabe o que faz, pode virar pra qualquer lado. Apenas tome cuidado, pois você pode virar a esquerda.

20 de jan de 2011

'Perfeição' - Legião Urbana.

Enfim, um vídeo feito por mim.

18 de jan de 2011

explicações 'não filosóficas'.



Não abandonei o blog, porém, nos próximos dias ficarei parado por aqui.

Tenho muita coisa em mente, e agora, unindo o útil ao agradável, deixo um pouco de filosofar para praticar e construir mais.

Meu livro de poesias ainda vai sair, antes de alguém gritar novamente ao povo que o mundo esta acabando.

Muita coisa irá surgir. Agradeço a todos aqueles leitores que, religiosamente tem acompanhando meu blog toda semana. Valeu, pessoal.

"Porque é virtual pensar".
Samuel Marini

17 de jan de 2011

'Medo da chuva' - Raul Seixas.

Uma homenagem ao que esta acontecendo.



E um pouco do que é a vida em sua reflexão.

música alternativa: 'Movido a álcool' - Raul Seixas.



Eu gosto do ritmo dessa música.

nova estação.

Este ano o blog tem tido poucas postagens devido a minha falta de tempo e ócio criativo!

Logo eu retomo aqui.

Titãs - 'Pra dizer adeus'.

16 de jan de 2011

enfim, toda a minha compreensão sobre os fatos.

Cuidadosamente expressa após muito pensar.

11 de jan de 2011

música para iniciar o ano: 'Paciência', Lenine.

Depois de passar estas festas, esquecer a bebedeira, nada como ouvir uma música singular como essa:

7 de jan de 2011

propaganda chocante.


eu vi aqui: Blog do Consa

não, eu não tenho tuiter.



Acho inútil demais ter o twitter. Acabei criando o meu por pressão de algumas pessoas, mas não o uso.

É mais um modismo... E como todo modismo, passa. Depois surgirão outras coisas e todos ficarão falando.

É como uma corrente... É como um rio rico que seca e depois se forma mais... Mas a ideia é sempre a mesma.

Há uma "necessidade" nas pessoas em querer ser popular. Isso é um grande erro. Como se fosse o mais importante.

Sinta o paradoxo: quanto mais meios de comunicação existir, menos a gente tem contado pessoal com as pessoas. A internet, a tecnologia, nos afasta disso.. Reuni também, é claro... Mas de uma forma menos humana.

Viva o mundo da preguiça em que estamos!

'Mega Sena da virada': eu NÃO joguei.

Mal exemplo esse, onde excesso de dinheiro parece ser mais importante do que outras coisas, como ir atrás de nossos planos e arquitetar ideias... A grana, que destrói a vida do homem.

O dinheiro em excesso, deveria ser usado apenas para o bem ao próximo, a quem precisa mesmo. Senão é muito injusto.

Pessoas se matam e só vemos mal exemplos na tv.

Claro... É legal ter bastante grana.. Mas o meu sonho de ser rico é mais ou menos assim: ter uma casa pequena, um carro que não precisa ser do ano e um projeto para administrar.

A solução hoje, seria: ou voltamos à época do escambo, ou permitiríamos cada um fazer o que quiser. Você chega numa padaria e leva o que quer sem precisar pagar; você vai numa loja e escolhe seu tênis sem se preocupar.

Sem contar que as chances de ganhar na loteria são mínimas. Somos mesmo influenciáveis... Pois, pare pra pensar, você não se contentaria em ganhar 10 ou 12 milhões? Dai fazem uma super "Mega Sena" de 180 e todo mundo tá jogando.

- "Passe o sal pra mim, Afonso!".

Bah!

jacaré laranja.

Vejam que lindo este jacaré:



Uma americana fotografou esse jacaré na Flórida. Clique na imagem para ver a notícia completa no g1.

6 de jan de 2011

frases da semana. (27)



"Ninguém conta o número de anúncios que você veicula; eles apenas se lembram da impressão que você cria".
William Bernbach

"Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro".
Clarice Lispector

"Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós".
Clarice Lispector

"Numa sociedade bem organizada os bons devem servir de modelo e os maus de exemplo".
 Louis Bonald 

"O coração tem razões que a própria razão desconhece".
Ditado popular

"Barulho não prova nada. Uma galinha bota um ovo e cacareja como se estivesse botado um asteróide".
Mark Twain

"Você pode reconhecer os ideais de uma nação pelas suas propagandas".
Norman Douglas

"O sábio envergonha-se dos seus defeitos, mas não se envergonha de os corrigir".
Confúcio

"A simplicidade é o último degrau da sabedoria!".
Khalil Gibran

"Se você nunca fica assustado ou confuso, isso significa que você nunca se arrisca."
Julia Sorel

1 de jan de 2011

véspera da aventura.



... E eu tentei atravessar. Juro que tentei!