5 de fev de 2011

experimente o perdão.

Algumas coisas são bem mais gratificantes do que um sorriso ou aquela porção de queijo no bar com os colegas.

Se você é do tipo: "ele não merece meu perdão", pare com isso. Num mundo onde a vida já é dura com todos, não se sinta rebaixado por perdoar alguém. É uma sensação até gostosa esse ato.

Você vive reclamando o absurdo que é ter apenas coxinha de carne, quando não se lembra que semana passada você exigiu até que o suco viesse sem canudo, e agora você vem me falar sobre perdão e compreensão?! Você vive renegando seus conceitos sobre a vida, e nunca parou pra pensar que em algum momento de sua existência, você também foi falso com alguém... Se bobear, você um dia encontra essa pessoa na rua e vê em seus olhos que ela já esqueceu... Ou ainda, ela fica felicíssima de te ver, e ainda te oferece um tríndent.

A vida tem dessas coisas. Nunca pense que tardiamente você está só. Em algum momento de sua vida, você vai achar que perdeu o eixo... Você procura atrás da porta, embaixo de sua cama, de outras camas, e não encontra. Talvez esse ponto principal que você acha que perdeu, está dentro de você... É aquela vontade, quase uma necessidade, de recolher sentimentos perdidos e voltar no tempo, já que agora você acha que não tem mais saída.

Algumas pessoas falam muito. Eu não gosto quando alguém interrompe meus pensamentos, quando estou concentrado numa postagem que talvez sairá em meu blog, e puxa um papo comigo no elevador. Eu consigo perdoar essa pessoa, embora eu não a entenda... Será que ela não percebe em meu rosto, que estou justamente ocupado com algo mais útil do que falar sobre o tempo ou sobre a demora em algum canto no mundo?

Estamos vivenciando hoje, algo que remotamente aconteceu. Se o passado e o futuro não existe, então o presente também não... Porém, o passado também é importante, porque sem ele não existiria o futuro, e você não se lembraria do presente que dei naquele dia chuvoso... Tá. Eu sei que você achou ridículo aquela meia listrada... Mas você sabe minhas intenções... E achou fofo, eu sei.

Quando você aprende a perdoar, você tem o perdão de outras pessoas. A vida é um coisa assombrosa que toca a gente de maneiras incríveis... Veja só, tudo que você faz, volta... Até aquela carta que não retornou, um dia volta.... De outro jeito, mas você irá ler.

Assim é a vida. Portanto, é muito mais gostoso perdoar quanto ser perdoado. Muito mais do que aquela porção de queijo que você compartilha com os colegas no seu fim de semana, enquanto discutem a posição do vento; é muito mais gratificante do que um sorriso. Pois um sorriso, não vem sempre necessariamente de alguém que esta a seu lado.

4 comentários:

bia santos disse...

"Quem bate esquece, quem apanha nunca esquece"

Perdoar deixa a pessoa mais leve, mas eu nunca terei essa leveza, pois não aprendi a perdoar...

Ricardo Barreira disse...

Muito bom!

Marcelalalala disse...

Nossa Samuel, quantas verdades... excelente análise, me deixou reflexiva.
Obrigada por seguir o viés feminino. Ah, e mesmo sem ter o que comentar continue comentando :P
Até mais!

Marcelalalala disse...

Nossa Samuel, quantas verdades... excelente análise, me deixou reflexiva.
Obrigada por seguir o viés feminino. Ah, e mesmo sem ter o que comentar continue comentando :P
Até mais!

Postar um comentário

Sinta-se a vontade.

Comentários paralelos, como "discussões", assuntos que não têm a ver com o blog, serão excluídos.

Comentários engraçados também são bem vindo! =)