6 de set de 2010

Analisando online. (1)

Começo hoje uma nova série aqui no meu blog. Em, "Analisando online", eu escolho uma letra de música e faço a minha análise. Começarei com Sapato 36 (álbum - O dia em que a Terra Parou, 1977), do Raul Seixas, composta por ele mesmo.

Em Sapato 36, Raul Seixas expressa a diferença entre "pai e filho". O filho pensa diferente do pai, mas o pai não respeita isso e empurra o número 36, mas o filho calça 37. De um lado a liberdade, do outro a submissão; uma metáfora em relação a dor do sapato apertado, a dor da alma, da falta de autonomia.

"Dói mas no dia seguinte, aperto meu pé outra vez". O sapato, é o instrumento que a gente usa para caminhar... Também pode ser uma analogia com o "caminhar sozinho", com o "caminhar na vida", filosoficamente falando.

Um desabafo, um grito de liberdade e indignação à censura do pai em proibir as coisas ao filho.

"Pois eu já escolhi meu sapato, que não vai mais me apertar". Já escolheu o que vai fazer, e não se sentirá mais preso ao pai; sem apertar seus passos, sem impor limites. Em suma, a música expressa a liberdade e a falta dela, um grito de sufoco e vontade de fazer as coisas do próprio jeito, sem submissão.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Sinta-se a vontade.

Comentários paralelos, como "discussões", assuntos que não têm a ver com o blog, serão excluídos.

Comentários engraçados também são bem vindo! =)