25 de ago de 2010

a cereja do bolo.


Quincas Borba que estava certo.

Algumas expressões não são totalmente corretas, pois são mal colocadas as palavras. Na frase "a cereja do bolo", sugere que seja a essência ou aquilo que é o mais importa. "Fulano quis a cereja do bolo ao ir na estreia do filme".

Qual é a minha crítica? A cereja do bolo é absolutamente falsa! Ela é feita de chuchu ou de mamão, e tem algum corante que a deixa vermelha. O seu fruto verdadeiro é um pouco maior e é roxo, e o principal: tem um gosto muito diferente.

A cereja do bolo é como a azeitona da empada, onde detalhes podem fazer muita diferença. Seria uma dica, uma boa dica. A expressão deveria significar algo falso em que você achava que fosse verdadeiro, sei lá. Exemplo: "me enganei com aquele amigo, descobri que ele é a cereja do bolo".

Por ser um ingrediente, também poderia ser usado num sentido mais profundo, não necessariamente complexo.

2 comentários:

ZUMBIE DOLL disse...

de fato muitas das ditas verdades são apenas pequenas mentiras nas quais as pequenas concepções de realidade são baseadas, assim distorcendo o "real" e nos fazendo acreditar fortemente na realidade irreal que foi desencadeada pela mentira primal.

um ótimo post, um blog interessante, visitarei mais vezes

http://bonecozumbie.blogspot.com/

Anônimo disse...

Cereja do bolo pra mim deve ser entendido como apenas um detalhe sem muita importancia(apenas decoratico), na verdade, o importante mesmo é o bolo avaliado como o alimento que vai saciar e propiciar o prazer da alimentaçao.

Postar um comentário

Sinta-se a vontade.

Comentários paralelos, como "discussões", assuntos que não têm a ver com o blog, serão excluídos.

Comentários engraçados também são bem vindo! =)