3 de nov de 2010

filosofando sobre 'comentários' - resposta a um visitante.

"Marcelo de Souza:

Você pode excluir esse comentário, mas é só para deixar claro que não entendi a ofensiva contra meu blog. Realmente, o seu senso de humor é zero. Para quem tem a pretensão de fazer um blog "filosofando", você precisa aceitar melhor o que os outros escrevem. Que fique registrado. Você pode filosofar sobre isso.
".

Caro Marcelo, ninguém é obrigado a aceitar tudo em relação a conteúdo à postagens, ou de um blog. Não precisamos sempre gostar do que o outro escreve, portanto, aceite a crítica. Eu não conheço teu blog, e só dei minha opinião sincera à primeira vista. É comum recebermos mensagens do tipo: "adorei seu blog/adorei sua postagem" e muitas vezes a pessoa nem leu. Quando você critica algo, normalmente o retorno é tão rápido e mal aceito.

Apesar disso, obrigado pelo toque, me fez pensar um pouco. Devemos aprender a lidar com a diversidade. Mas veja que, sempre vai ter alguém oposto ao que a gente escreve. Não estamos aqui pra agradar ninguém (ou todo mundo), pelo menos é o que eu penso.

Além disso, tem uma frase conhecida, de Nelson Rodrigues, que diz: "toda unanimidade é burra". De fato, a vida seria muita chata se todos pensassem da mesma forma, e se todos tivessem o mesmo gosto. Não haveria motivos para gente se entreter.

Nós temos sempre a necessidade de melhorar. As críticas, e até os elogios, são válidos, sempre. Pense sobre isso, então. Fique à vontade para criticar meu blog.


Samuel Marini.

4 comentários:

Marcelo de Souza disse...

Aceito as críticas muito bem, Samuel, estou acostumado a elas. O que não aceito, e nem posso, é ver questionado meu amor pelo meu País pelo simples fato de ter senso de humor o suficiente para aceitar que "bastou um brasileiro ir ao espaço, que sumiu um planeta" é apenas uma frase. Não me importei com a crítica em si, mas com a acusação, ao meu ver ofensiva, de que "não mereço ser brasileiro", conforme você escreveu em meu blog. É o tipo de acusação que era feita na ditadura militar quando artistas ainda tentavam manter um pouco de riso no rosto de sofridos brasileiros e eram tachados de inimigos da pátria pelos militares. Lamento profundamente que ainda existam pessoas que não conseguem sorrir e fazer graça. Lamento profundamente que uma simples frase seja considerada tão antipatriótica. Só não lamento o momento em que a escrevi, porque até o momento ela só incomodou a você. Não tenho a pretensão de ser unanimidade, mas não sou obrigado a ficar calado quando me considero ofendido. Continuo amando meu país e nada do que você diga ou escreva contra mim, me fará mudar. Vou continuar rindo, prque o riso ainda é a melhor terapia. Talvez você devesse tentar. Espero encerrar essa discussão, pois não ganho nada com ela, só irritação, e quem se irrita demais vive menos. Suas opiniões são bem vindas, só não esqueça que vivemos uma democracia e pensar diferente de você é algo que me dou ao direito. E já que citou Nelson Rodrigues, citarei Voltaire: "Posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-la". Aprenda também a conviver com opiniões diferentes da sua, sem precisar ofender as pessoas.

Samuel disse...

Morreu aqui então.

Geni Laís disse...

resiliência: essa é a palavra.

Samuel disse...

Morreu aqui então.

Postar um comentário

Sinta-se a vontade.

Comentários paralelos, como "discussões", assuntos que não têm a ver com o blog, serão excluídos.

Comentários engraçados também são bem vindo! =)